17.9.17

Momentos mar...


 Há momentos em que me sinto mar 
porque o sinto vivo em mim...
nunca são momentos de acalmia,
mas de angústia profunda 
que se estende na tarde 
ou no silêncio da noite .


Contudo conheço um mar quase quieto, 
transparente 


e é essa a quietude que amei e amo
- não a fereza do mar de que tenho medo...


apenas me encanta a doçura das águas que gemem
 sob o sol ou ao claro da lua 


e onde os deuses se movem serenos
e amantes
quando a tarde cai.
[21.08.2017]