23.8.11

Um sorrir azul...


Doce e luminoso o sorriso
De uma flor azul
A manhã detém auspício sedoso
E um desejo brumoso e solto
No saborear do desejo
No corpo macerado
Lassamente envolto
No estremecer do beijo...
Petalizando lábios sem cor
Exibem serena nostalgia
E um líquido incolor




E a manhã detém o abraço

Sem comentários:

Enviar um comentário