16.12.11

Bordado



Alguém um dia bordou
e me legou
uma almofada de puro linho
com a palavra AMOR
em azul marinho

Por minha mão
a acabei anos depois 
com longos fios doirados de emoção
 e sempre que a olhava
sentia solidão

Estava incompleto afinal
 o bordado
que continha
a palavra AMOR...
Faltavam no entrançado
 a ilusão e a dor.

11.1o.2010