30.1.12

Amarelo da flor...


Está a chegar Fevereiro agressivo e quente
Panoramicamente espreito-o a cada dia
e vejo-o coberto de um manto azul-céu
estreme de magia
de punhos de renda verde-seco
ao crepúsculo da tarde
que suspira  para sempre nostalgia

Fevereiro é também a tua imagem
que soturna se desenha
no estremecer de mais um dia que se vai
nessa doçura estranha e obscura
do sentimento de algo que se esvai...
como um forte cheiro de café que delicia
ou esse humor esquivo e inteiro
a afirmar-se no esconder de uma doçura perfumada
nunca desesperada
 ao entrar desse outro Fevereiro
onde sempre te penso e reconheço
meu amor.