10.3.12

Nunca pedi o céu...


Nunca pedi o céu... mas desejei-o.

Um dia desceu até mim num ruflar de asa.

Nunca quis a dor, mas também veio.

Também a beatitude aconteceu
sempre tão breve 
 e um dia apareceu 
dentro de mim.

E tudo veio quando eu não esperava
 tudo para lá do meu querer
e tudo se desfez 
em jeito de bruma sobre a estrada.
E tudo emurcheceu
sem um clamor...
e pereceu.

17.01.2011