7.2.13

Colorindo...


São linhas coloridas
de um passado distante
que vou bordando no pano
 - remendo do tempo - 
e bordei só uma flor 
em paz e solidão;
.

vermelha era a cor 
com matiz em rosa
onde estames de ouro
pontuavam segundos
da nossa longa história...

ainda cerzi buracos de renúncias
ensimesmei realidades e minúcias
abri devagar
portas para a escuridão 
dizendo então:
Boa noite. Boa noite, Irmão.

03.02.013 / SG