8.11.14

Correr a cortina sobre a vida...


Kalentieva, Irina - Girl near the window


Corro as cortinas contra o cinzento líquido da tarde que escurece.

Sobe do jardim um silêncio estranho e fundo,
 interrompido por vagos pipilos suaves 
de avezitas que tremem 
por entre o arvoredo denso, compacto .
A norte, das serranias em volta, o vento gelado desce
e toda a natureza  se defende, encolhida sob a chuva.

E do fundo da tristeza,
em anelo misterioso e forte,
ainda há flores que nunca se esquecem de florir...
Com elas me extasio
e fico em prece
antes de renunciar de vez
à dúbia luz da tarde que esmorece.

Sem comentários:

Enviar um comentário